Os anfitriões Liliana Rodriguez e Nestor Rocha inauguraram a exposição de Mesas da Casa Real na Fazenda São Luiz da Boa Sorte com a participação de Antônio Neves da Rocha, Ana Roldão, Martha Burle e Filipi Sartori, entre outros.

 

Os anfitriões Liliana Rodriguez e Nestor Rocha inauguraram a exposição de Mesas da Casa Real na Fazenda São Luiz da Boa Sorte com a participação de Antônio Neves da Rocha, Ana Roldão, Martha Burle e Filipi Sartori, entre outros.

A mostra ficará aberta ao público até o dia 31 de julho e faz parte do Festival do Vale do Café em Vassouras.

“O objetivo da edição especial deste ano é mostrar um novo olhar sobre o século XIX”, disse Liliana Rodriguez.

Além do Espaço Tulha, para palestras, haverá visitas guiadas para estudantes de redes públicas. O evento tem o patrocínio do Senac.

A mostra desvenda o acesso ao luxo europeu que os Barões do Café conquistaram com os recursos obtidos no ciclo mais importante da economia brasileira naquela época.

A primeira foto é da Mesa de jantar das senhoras, de Martha Burle e Filipi Sartori, que evoca hábitos e costumes nas fazendas, como as toalhas de linho, móveis brasileiros, talheres monogramados de prata inglesa, centro de mesa de prata portuguesa, cristais Baccarat e serviços de porcelana monografadas de Limoges. A segunda foto é da Mesa de Caça do Barão São Luiz para receber o Conde D’Eu, de Ana Roldão.

“Abrir a casa e sentar as pessoas em volta de uma mesa gera aproximação de laços de fraternidade”, disse Ana.

Roldão interpretou de forma teatral a mesa tipicamente masculina com menus ilustrados por Dominique Jardy.

A Mesa Almoço em família, de Antônio Neves da Rocha, resgata a importância que os Barões davam aos papagaios e araras. Raridades brasileiras. Com louças Vieux Paris pintadas a mão. Faqueiro, copos e adornos importados da Europa.

Mesa de jantar das senhoras, de Martha Burle e Filipi Sartori

Mesa de jantar das senhoras, de Martha Burle e Filipi Sartori

Mesa de Caça do Barão São Luiz para receber o Conde D'Eu, de Ana Roldão